Maior desastre ambiental da história do Brasil abafado pelo governo revela corrupção macabra

Lama tóxica e fétida atingirá mais de 15 cidades até segunda, destruindo rios e acabando com a vida normal da população.

O que está acontecendo em Minas Gerais e se espalhando para outros estados, é terrível e é a comprovação de que governo federal, estadual, Vale do Rio Doce, que no fundo opera a empresa Samarco, simplesmente não fizeram nada pela população e muito menos pelo maior rio do  Estado, o Rio Doce, que literalmente já está morto pela lama poluidora da barragem que estourou.

Além disso, várias cidades e rios já estão em processo de destruição pela lama.

Com efeito, além dessa tragédia humana, social e ambiental está sendo revelada mais uma trama de corrupção macabra, que envolve deputados estaduais, federais e até o Planalto.



O governo federal cortou verbas do programa criado para fiscalizar as barragens. Com isso, a fiscalização, que possivelmente, deve ter alguma história de propina no meio, fez vista grossa e deixou a empresa Samarco, controlada pela Vale do Rio Doce, tocar o barco sem qualquer prevenção e com total irresponsabilidade. Segundo consta, há somente 4 fiscais para fiscalizar centenas de mineradoras. E o Ibama, que gosta de multar agricultores, sequer teve alguma ação par fiscalizar essa desgraceira toda..

Agora, a lama que toma rios, destrói tudo que toca, acaba de matar o Rio Doce e já toma outros rios indo para o Nordeste.


Informações: FCS Brasil